Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
Penápolis, 25 de abril de 2018
Data: 21/03/2018 Hora: 08:05:10
Câmara repercute morte de criança de um ano de vida

A morte de um menino de 1 ano  de vida anteontem em Penápolis teve grande repercussão  no mesmo dia,   19,  na sessão da Câmara Municipal.  O fato gerou reclamações ao Pronto Socorro Municipal e discussão sobre a  administração municipal da unidade por Organização Social (OS). O vereador Júlio Caetano (PSD), afirmou que houve negligência médica e classificou a situação como assassinato. O vereador Carlos Alberto Soares da Silva, o " Carlão da Educação" (PPS), pediu cuidados para não  haver utilização  da morte da criança para distorções sobre a viabilidade de parceria com OS no Pronto Socorro Municipal. Segundo ele, o atendimento ocorreu por profissionais que trabalhavam no PS anteriormente as mudanças na gestão no local.

O vereador Nardão Sacomani (DEM), discursou em defesa da humanização do atendimento na saúde.  O vereador Francisco José Mendes, o Tiquinho (PSDB), criticou a qualidade de grande parte dos cursos de medicina no país e apoiou apuração do atendimento da criança no Pronto Socorro.

O vereador Evandro Tervedo Novaes (DEM), falou pela criação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI)  para investigação do caso através da Câmara Municipal. A vereadora Ester Sezalpino Mioto (PSD), lembrou de dificuldades que também já passou no atendimento na área da saúde na cidade.O vereador Ziza manifestou solidariedade à família da criança que faleceu e disse que o fato deve ser aproveitado para avanços. O vereador Ivan Sammarco (PPS), defendeu exigência de qualificações específicas para médicos no PS. O vereador Pr. Bruno Marco (PSD), afirmou que a morte do menino não  pode "passar em branco" e que o momento demanda ainda mais união em prol da saúde pública. O presidente da Câmara Municipal, Rubinho Bertolini (SD), afirmou que ajustes devem ser feitos urgentemente no Pronto Socorro. O vereador Rodolfo Valadão Ambrósio, o "Dr. Rodolfo" (PSD), questionou a não disponibilização de pediatra no PS.

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 21-03-2018 08:05:10